Programa Mesário Voluntário

Logo Mesário Voluntário 2016

Programa Mesário Voluntário do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia

Inscrição - formulário para cadastro no projeto.

Histórico

O programa Mesário Voluntário existe para incentivar o cidadão a participar da prestação de serviços eleitorais nas mesas receptoras de votos e estreitar laços entre a Justiça Eleitoral e a comunidade. O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia, considerando a importância deste tema, realiza, desde 2004, ações neste sentido e, em 2014, editou a Resolução TRE-RO nº 28/2014, que regulamenta o Programa Mesário Voluntário em Rondônia. 

O programa envolve três projetos: Mesário Universitário, Empresa Cidadão e Concursos Culturais; todos visando estimular a participação voluntária de cidadãos nas atividades das eleições, de forma consciente e espontânea, despertando o interesse no processo democrático.

A intenção é reunir mesários voluntários, universitários ou não, qualificados e aptos a desempenhar satisfatoriamente suas atribuições no dia da eleição, proporcionando um excelente atendimento ao eleitor, bem como motivar e valorizar estes mesários, por meio de iniciativas culturais.

 

1. Projeto Mesário Universitário

Acadêmicos cuja instituição de ensino superior tenha aderido ao projeto Mesário Universitário junto a Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia, podem exercer a atividade de mesário nas eleições recebendo horas de atividade complementar para o currículo acadêmico.

Vantagens: veja na aba "Vantagens de ser mesário" .

Sua instituição de ensino superior aderiu ao projeto Mesário Universitário?

Confira na aba "Empresas e Instituição de Ensino Participantes"

 

2. Projeto Empresa Cidadã

A empresa que contar com a participação de, no mínimo, 10% (dez por cento) dos seus colaboradores trabalhando como mesários voluntários, receberá o selo de ‘Empresa Cidadã’.

O projeto conscientiza os empregadores da importância da contribuição da iniciativa privada para o processo democrático, e contra partida garante o usufruto das folgas compensatórias.

Vantagens: propaganda positiva da empresa por meio de divulgação de título de relevância social.

A empresa em que trabalha, aderiu ao projeto Empresa Cidadã.

Confira na aba "Empresas e Instituição de Ensino Participantes"

 

3. Projeto Concurso Culturais

Para estreitar o relacionamento entre a Justiça Eleitoral e a comunidade, valorizando a participação criativa do cidadão, o Programa Mesário Voluntário prevê, ainda, a realização de Concursos Culturais.

Concurso Mesário na telinha

 

Como ser Mesário ou Mesária?

Para se inscrever, basta comparecer à Zona Eleitoral mais próxima ou preencher a ficha on-line

Empresas e/ou Instituições de Ensino Superior podem aderir aos projetos do Programa, preenchendo o Termo de Adesão e enviando a zona eleitoral do município onde esta sediada.

Arquivos para download: 

  

Dúvidas? 

O que é ser mesário?


Mesários são cidadãos e cidadãs que prestam trabalhos honoríficos a Justiça Eleitoral, atuando nas mesas receptoras de votos, no dia da Eleição.


Quando a Justiça Eleitoral faz a convocação, quem foi convocado é obrigado a, nos horários estabelecidos, comparecer ao treinamento, aos executar os atos preparatórios e trabalhar no dia da eleição.


Para alguns, ser convocado para exercer a função de mesário é como se fosse uma punição. Esquecem-se ou não têm consciência de que, em uma República, todos os cidadãos e cidadãs têm obrigações públicas.


É certo que as nossas redes públicas de saúde e educação sofrem de graves deficiências, como também é certo que nossa Democracia Republicana padece de vícios históricos, como a corrupção, sendo a eleitoral apenas uma de suas faces.


Mas, também é certo que a melhoria das redes de serviços públicos depende de decisões políticas tomadas por dirigentes e representantes eleitos e que somente através da Democracia é possível enfrentar a corrupção e aperfeiçoar a vida em sociedade, buscando realizar o almejado bem comum.


Se vivêssemos em uma Ditadura, sob a tirania de alguns, com certeza, não seriam necessários eleições e mesários. Com certeza, também, não haveria bem comum a ser buscado, apenas o bem do ditador de plantão e dos seus apadrinhados.


A cada Eleição, independentemente do seu resultado, homens e mulheres, brasileiros e brasileiras, reafirmam o poder que têm, o qual decorre da sua condição de cidadão e de cidadã.


Atuar como mesário é uma das maneiras de garantir o aperfeiçoamento da nossa Democracia e contribuir para a superação das mazelas éticas, políticas e sociais que violam a nossa consciência cidadã.


Diante destas considerações, participem, NÃO espere ser convocado, inscreva-se.

 

Quem pode ser mesário?


Todo eleitor e eleitora em situação regular perante a Justiça Eleitoral poderá ser mesário na sua Zona, preferencialmente no local e na Seção em que vota.

 

Quem NÃO pode ser:


  1. Candidatos e seus parentes, ainda que por afinidade, até o segundo grau, inclusive o cônjuge;
  2. Membros dos diretórios dos partidos políticos, desde que exerçam função executiva;
  3. As autoridades e agentes policiais;
  4. Servidores no desempenho de cargos de confiança do Executivo;
  5. Servidores que pertencem ao serviço eleitoral;
  6. Eleitores menores de 18 anos.

 

Não podem ser nomeados para compor a mesma mesa:

 

  1. Servidores de uma mesma repartição pública;
  2. Empregados de uma mesma empresa privada;
  3. Os que tenham, entre si, parentesco de qualquer grau.

Vantagens de ser mesário


 Todo mesário terão direito:

    1. a um auxílio-alimentação no dia da Eleição;
    2. e terá direito a 2 (dois) dias de folga em seu trabalho (público ou privado) para cada dia trabalhado para a Justiça Eleitoral.


O Certificado de serviços prestados à Justiça Eleitoral pode servir como critério de desempate em caso de promoção no serviço público ou de concurso público.

 

Para os mesários universitários:

Alem dos direitos elencados acima, o acadêmico que se inscrever como mesário, cuja instituição de ensino tenha aderido ao projeto, terá o seu certificado registrado pela faculdade como atividade extracurricular, nos termos da Resolução TRE-RO nº 28/2014.

 

Para os trabalhadores da iniciativa privada:

O trabalhador da iniciativa privada, cuja empresa tenha aderido ao projeto empresa cidadã, terá o seu direito ao gozo de folga compensatória garantido pela própria empresa, nos termos da Resolução TRE-RO nº 28/2014.

 

Os usufrutos de um dos direitos acima não excluem os demais, ou seja, são cumulativos.


Dúvidas?

Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Instituto Federal de Rondônia - IFRO

Faculdade de Ouro Preto - UNEOURO

Sociedade Educacional de Cerejeiras

FACIMED Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal

UNOPAR Universidade do Norte do Paraná

FANORTE Instituição de Ensino Superior de Cacoal

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal

IESA(FAMA) - Instituto de Ensino Superior da Amazônia

Faculdade da Amazônia - FAMA