Zona Eleitoral em Guajará-Mirim não terá expediente nesta quarta-feira (10)

Os atendimentos e os serviços eleitorais retornarão normalmente na quinta-feira, 11 de abril

Os atendimentos e os serviços eleitorais retornarão normalmente na quinta-feira, 11 de abril

O Juízo da 1ª Zona Eleitoral de Rondônia informa que não haverá expediente no dia 10 de abril (quarta-feira), em virtude do feriado alusivo à instalação do Município de Guajará-Mirim, conforme disposição da Lei Municipal nº. 26/1985 e da Portaria TRE-RO nº 10/2019.

Mesmo com o feriado municipal em Guajará-Mirim, muitos serviços estão disponíveis no Portal do TRE-RO na internet www.tre-ro.jus.br, tais como certidão de quitação eleitoral, certidão de crimes eleitorais, certidão de filiação partidária e consultas à situação eleitoral.

 

História

Até o início do século XIX, Guajará-Mirim (nome originário do tupi-guarani que significa “Cachoeira Pequena”) indicava apenas o ponto brasileiro à povoação boliviana de Guayaramerin. Naquela época, a povoação era conhecida como Esperidião Marques.

A grande contribuição no desenvolvimento do lugarejo se deu pela construção da ferrovia Madeira Mamoré, que ligava os portos de Santo Antônio do Rio Madeira em Porto Velho, ao de Guajará-Mirim no Rio Mamoré, com a função de escoar produtos bolivianos, fato que aumentou a população e ainda fomentou a agricultura e o extrativismo vegetal.

O povoado de Esperidião Marques então foi elevado à categoria de município, com a denominação de Guajará-Mirim pela Lei do Estado de Mato Grosso nº 991, de 12-07-1928 e sua instalação se deu no dia 10-04-1929.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, hoje Guajará-Mirim se estende por 24. 855,652 km² com uma população estimada em 2018 de 45.783 habitantes, os guajaramirenses.

O Município de Guajará-Mirim possui grande atrativo para a indústria de turismo, pois ainda contém inúmeros registros de sua colonização, como a construção da estrada de ferro Madeira Mamoré, além de atrativos naturais como balneários, mata preservada e cachoeiras.

 

Fontes: Portal da Câmara Municipal de Guajará-Mirim, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e Wikipédia. 

 

Siga-nos no Twítter e no Instagram

Curta nossa página no Facebook.

Acesse nosso canal no YouTube.     

Últimas notícias postadas

Recentes